Freguesia de Vermoil

Bodo das Castanhas apostou na diversidade e venceu!

Foi no último fim-de-semana de outubro que se realizou o evento mais importante e antigo da freguesia de Vermoil: o Bodo das Castanhas.

Como habitualmente, teve início com a celebração da missa comunitária, seguindo-se a cerimónia de inauguração a par da abertura das tasquinhas. A noite foi abrilhantada pelo concerto da Sociedade Filarmónica Vermoilense e terminou com o baile muito animado com Fernando Mendes e João Miguel. No intervalo houve ainda espaço para ouvir a artista da terra – Patrícia Gameiro – que ficou conhecida pela sua participação na 1ª edição do Factor X, e que brindou todos os presentes com três temas.

O sábado foi pleno de atividades e animação. Pelas onze horas teve início a concentração dos veículos motorizados que, depois de almoçarem, fizeram o desfile pelas ruas da freguesia. Neste segundo dia do Bodo das Castanhas, destacam-se três momentos bastante diferentes, mas grandiosos na sua área: a Homenagem aos ex-combatentes da Guerra Colonial, o Concurso do Bolo Caseiro e a atuação da escola de dança Diogo de Carvalho.

Homenagem aos ex-combatentes da Guerra Colonial

Foi com o objetivo de reconhecer os Combatentes da freguesia de Vermoil que a Junta de Freguesia de Vermoil, o Núcleo de Abiul/Pombal e o Núcleo de Leiria da Liga dos Combatentes decidiram e prestaram a merecida e digna homenagem aos ex-combatentes da Guerra Colonial.

O Padre Melquíades benzeu a placa de homenagem a todos os que combateram na Guerra Colonial e que se encontra junto ao Núcleo Museológico João de Barros. Num momento pleno de emoção e muito respeito por todos os que partiram para a guerra, bem como os seus familiares, esta foi uma homenagem muito sentida por todos os participantes. Mesmo quem nunca esteve presente numa guerra, conseguiu sentir alguma da dor, da mágoa, da tristeza, da luta interna e das marcas que esta guerra deixou naqueles que participaram e nas suas famílias.

A Junta de Freguesia entregou 30 medalhas aos ex-combatentes vermoilenses que em determinada altura das suas vidas deixaram a família, os amigos, a terra natal, em nome da Pátria! Foram entregues as medalhas aos combatentes que se inscreveram e manifestaram essa vontade, no entanto todos os combatentes, mesmo os que se preferem manter no ‘anonimato’ ou os que não tiveram conhecimento desta cerimónia, se devem sentir homenageados, pois a homenagem e reconhecimento é para todos!A cerimónia terminou com a visita à exposição temporária de fotografias e objetos da Grande Guerra e com o lanche convívio. Para quem não teve oportunidade de assistir, poderá aqui ter acesso ao discurso emotivo do Presidente da Junta de Freguesia de Vermoil, Ilídio da Mota, que com breves palavras chegou aos corações de todos os presentes.

Concurso do Bolo Caseiro

A Junta de Freguesia de Vermoil foi à Associação Cultural e Desportiva da Igreja Velha (Colmeias) buscar a ideia da realização de um concurso do Bolo Caseiro, sendo que no certame do Bodo das Castanhas, o requisito para participar era a receita ter frutos secos como ingrediente principal na confeção dos bolos. Participaram 17 bolos! O bolo “Mistura de Outono”, de Manuela Mota, foi o preferido, em termos de sabor, pelo júri composto pelo Sr. João Braz, pasteleiro da Pombal Doce, Eugénia Mendes, tesoureira da Junta de Freguesia e Marta Silva. O bolo escolhido pelo público, que apreciou a beleza dos bolos, foi a “Tentação de Outono”, da autoria de Adélia Gonçalves.

Atuação da escola de dança Diogo Carvalho

O grupo de bailarinos da escola de dança Diogo Carvalho apresentou a peça “Cancioneiro Português”. Trata-se de um bailado de estilo neoclássico que pretende enaltecer o povo português e os seus feitos do passado, bem como uma homenagem ao mar e a todos os componentes que a ele o nosso país está ligado. Estes bailarinos trouxeram através dos seus corpos e coreografias, a elegância, a delicadeza e simultaneamente a força, o poder e a garra na interpretação de temas da música portuguesa, como a Canção do Mar, de Dulce Pontes, entre outros. Foi sem dúvida um espetáculo grandioso, que prendeu a atenção de todos os que se encontravam na tenda do Bodo das Castanhas!

Durante a tarde, os ‘Amigos da Gaita’, com as suas 12 concertinas, animaram o recinto e as ruas da freguesia, de forma brilhante e cativante, tendo rodeado a fogueira do Magusto Popular, oferecido pela Junta de Freguesia. A Academia da Universidade Sénior de Loures, polo de Sacavém, presenteou o público com a atuação do seu rancho, sendo que no período da manhã fez uma visita cultural a vários locais da freguesia de Vermoil: Museu; Igreja ‘Velha’, Capela de Santo António, tendo deixado várias lembranças e ofertas para a Freguesia de Vermoil. A iniciativa desta participação, partiu do vermoilense, Sr. José da Ponte, do Moinho da Mata, que reside em Sacavém. Neste grupo participa ainda o Sr. Américo Silva, que doou diverso material para o nosso museu. Ainda durante a tarde, não faltou a animação para as crianças, com jogos populares e tradicionais, insufláveis e pinturas faciais que foram foco de diversão para muitas crianças!

O sábado terminou ao som da música dos Oriundos da Noite, que cativou com o saxofone a tocar junto das mesas das tasquinhas e continuou com a animação pela noite dentro.

O domingo teve início com a prática desportiva, através da realização do VIII Raid BTT “Rota do Ouriço”, no qual participaram cerca de 250 atletas, provenientes de várias zonas do país. Segundo João Calvario, da organização da prova, “o BTT superou todas as expectativas. Os participantes ficaram fascinados pelas paisagens que a prova lhes oferecia, assim como o percurso que segundo dizem estava espetacular a nível técnico e com infraestruturas criadas para o evento”. De salientar que o BTTralhos se empenhou na organização da prova, com a criação de algumas pontes em madeira (a maior com mais de 20m de comprimento), com a marcação com setas que indicavam o percurso, com placas de sinalização com o nome dos trilhos, assim como alertas para as zonas de maior perigo para a segurança dos atletas. Durante o percurso os atletas poderiam escolher entre o passeio de 25km ou o raid de 45km, cada um deles com o respetivo abastecimento para repor energias com águas, sumos, proteína (bebida energética), frutas, pão com chouriço, bolachas e pastéis de nata. A chegada à meta foi animada pelo DJ I'AM e o speaker Pedro Neto e todos participantes registaram o seu tempo de chegada, definido por vários escalões para atribuição dos troféus aos primeiros classificados da prova. Estes foram entregues no palco com pódio no recinto das tasquinhas. “Todos os atletas que participaram nesta prova ficaram maravilhados com toda a organização e prometem presença para o ano 2015”, afirma João Calvario, com a sensação de missão cumprida!

A tarde foi como prometia o cartaz: com muita música e animação, onde não faltou a novidade desta edição: a animação de rua com os gaiteiros “Os Porta da Traição”. As ruas de Vermoil encheram-se com milhares de pessoas que fizeram questão de visitar o Bodo das Castanhas 2014. Num dia em que o S. Pedro mais uma vez foi muito amigo das gentes vermoilenses e que estava propício ao passeio e ao convívio! Artesãos expuseram as suas obras! Vendedores ambulantes fizeram os seus negócios! Os visitantes, esses puderam apreciar a cultura, o artesanato, a música e como não poderia deixar de ser as quentes e boas castanhas assadas, pela Sociedade Filarmónica e a deliciosa e saborosa gastronomia das três tasquinhas: Associação Desportiva da Ranha, Associação de Vizinhos e Amigos dos Matos da Ranha e Atlético Clube de Vermoil.

Segundo Filipe Leitão, presidente da Sociedade Filarmónica Vermoilense, a participação desta coletividade na edição deste ano do Bodo das Castanhas foi feita com “atitude e responsabilidade, procurando ser criativa e geradora de bom ambiente”. E, foi sem dúvida muito bem-sucedida. A afluência das pessoas à “tasca” foi grande e a venda das castanhas assadas também foi muito positiva. “Procurámos vender castanhas assadas em mais que um ponto de venda e abrimos também  o coreto como forma de adicionar outro local de venda para atingir desta forma um maior número de visitantes. Foi um fim-de-semana extenuante mas saímos com a sensação de dever cumprido”, afirma Filipe Leitão.

Eugénio Mendes, do Atlético Clube de Vermoil, refere que “brindadas com um tempo magnífico, as tasquinhas organizadas pelas coletividades de Vermoil, com o apoio da junta de freguesia, foram um êxito”. Salienta como excelente o empenho da população em ajudar as coletividades da freguesia que tanto deram de si para o sucesso do certame! E enaltece o espírito de boa vizinhança e colaboração entre pares. No site do Atlético Clube de Vermoil pode ainda ler-se que «A "malta" da JF, sempre atenta e colaboradora, não pode deixar de ser louvada e agradecida». O agradecimento final é para todo o pessoal anónimo, “porque sem eles nada era possível e com o seu, tão inegável como indisfarçável, esforço contribuíram para pôr de pé e manter em altíssimo nível profissional o seu trabalho de restauração”.

Para Manuel Gomes, da Associação de Vizinhos e Amigos dos Matos da Ranha, “a participação no bodo é sempre um momento de convívio e empenho das pessoas do lugar, temos pessoas que deixam muito do seu dia-a-dia para nos ajudar nas variadas tarefas que têm que ser feitas para conseguirmos levar o nosso conhecido tortulho e o muito apreciado carneiro à moda dos Matos da Ranha. Todos os anos temos dificuldades na organização do evento, mas na altura certa tudo caminha. Temos muitas pessoas para agradecer a colaboração no evento mas queria realçar o gosto e o empenho dos dois aniversariantes do grupo que festejaram o seu aniversário no decorrer do evento, o Bruno e a Isabel que em vez de estarem no sossego do seu lar e no aconchego dos seus vieram passá-lo a trabalhar em prol do nosso lugar e muito nos honrou a vossa presença, bem como dos seus familiares que passaram esta data a trabalhar nas tasquinhas. Este empenho vê-se no rosto de todos os que participaram no evento com alegria e vontade de não perder uma parte das nossas tradições. Quero realçar também o bom ambiente entre todas as entidades que participaram no evento".

Também a Associação Desportiva da Ranha superou as suas expetativas, fazendo um balanço muito positivo da sua participação no Bodo das Castanhas, sendo que este ano a Associação Desportiva da Ranha apostou numa tasquinha mais moderna e mais dinâmica a nível de decoração. Registou-se uma grande afluência de pessoas, o que em muito se deve à ementa variada e a um cozinheiro de excelência, segundo Marisa Silva. A Direção da Associação Desportiva da Ranha agradece às várias pessoas, que de alguma forma contribuíram para a sua tasquinha e sobretudo aos visitantes que fizeram com que esta edição para a coletividade da Ranha fosse um enorme sucesso.

Bodo que é Bodo recebe os autocaravanistas! E este ano promoveu-se o 9º convívio dos amigos autocaravanistas, entre eles uma espanhola e uma francesa e, segundo Adelino Bento “pelo que conseguimos apurar estavam todos muito contentes e nós, os vermoilenses, também. Porque é bom saber que Vermoil sabe receber.” Os autocaravanistas que estiveram em Vermoil, muitos deles foi a primeira vez. Mas todos perguntaram quando era a próxima. Para Adelino Bento, autocaravanista vermoilense e membro da organização deste convívio “torna-se muito gratificante ouvir estas palavras. Muito obrigado a todos os que participaram neste convívio. Até uma próxima”.

De referir que este ano a organização do Bodo das Castanhas apostou na alteração na feira, criando mais espaço junto ao topo da tenda, na zona do fontenário e farmácia, bem como através da criação da nova entrada na tenda, que deu outro brilho à feira e às tasquinhas. Segundo Ilídio Manuel da Mota, presidente da Junta de Freguesia de Vermoil, este progresso irá continuar já que se preparam mais alterações na feira para lhe dar mais condições e a tornar mais atrativa.

Entre muitos os que estiveram presentes nesta edição da feira do Bodo das Castanhas destaca-se a tendinha dos frutos secos da Horta Caramela, do Pinhal Novo, não só pela variedade e qualidade dos seus produtos, bem como pela simpatia dos vendedores que estavam vestidos a rigor e de forma muito tradicional.

A Junta de Freguesia deixa um agradecimento especial aos voluntários das brigadas que organizaram o trânsito e os parques, agradecendo igualmente ao Sr. Virgílio Serra e à D.ª Maria da Luz a cedência dos seus terrenos para albergarem os parques de estacionamento.

Por fim, a destacar a grande envolvência de toda a comunidade que correspondeu da melhor forma a esta organização da Junta de Freguesia. Foram todos fantásticos! E o Bodo das Castanhas foi um sucesso! Graças a todos, graças ao apoio do Município de Pombal com a candidatura e apoio financeiro do PRODER do programa PACA em parceria com as Terras de Sicó.

O verão de S. Martinho, antecipado, com um tempo maravilhoso, foi um elemento muito importante, mas o facto crucial para o sucesso do certame, foi a partilha, o voluntariado de todos, a dedicação, a envolvência e o espírito de fazer festa! 

Visite a página do facebook da Freguesia de Vermoil e veja as fotografias do Bodo das Castanhas.

Comentários:

transportes publicos

vermoil historia

 

necrolog

 

nucleo museologico

canal youtube

junta-te a leitura

galeria fotos jfv

jobs

Entrada | Noticias | Bodo das Castanhas apostou na diversidade e venceu!