Freguesia de Vermoil

Dr. Pedro Morais - novo médico de família - inicia funções a 4 de novembro

Dr. Pedro Morais é o novo médico de família da Extensão de Saúde de Vermoil e iniciará as suas funções já na próxima segunda-feira, dia 4 de novembro.

Após a saída do Dr. Nuno Oliveira, os utentes do Centro de Saúde de Vermoil continuaram a ter médico de família, mas não nas condições ideais, uma vez que eram vários os clínicos que ali faziam consulta e num horário um pouco limitado.

O Agrupamento de Centros de Saúde do Pinhal Litoral, nomeadamente o Centro de Saúde de Pombal, na pessoa do Dr. Pedro Valente realizou todos os esforços para garantir os mínimos aos utentes do posto médico de Vermoil enquanto decorria o concurso público para a colocação de um novo médico.

Residente em Coimbra, o Dr. Pedro Morais acompanhado pelo Dr. Pedro Valente apresentou-se ao serviço na passada sexta-feira, pelas 13h00, em Vermoil, para conhecer as instalações, o pessoal ao serviço bem como parte da dinâmica do Centro de Saúde de Vermoil.

O Executivo da Junta de Freguesia fez a receção ao Dr. Pedro Morais, desejando-lhe muito sucesso e muitas felicidades para a sua nova etapa que agora inicia, manifestando total disponibilidade para acompanhar e apoiar o novo médico de família. Este apoio será essencialmente no esclarecimento das utentes do posto médico, na divulgação de informação acerca do modo de funcionamento do mesmo e dos direitos e deveres dos doentes. Ainda que estas normas estejam afixadas na sala de espera do centro de saúde, há muita informação que não chega aos utentes e que por conseguinte reclamam muitas vezes dos serviços sem qualquer tipo de razão.

Ser/estar doente pode tornar-se difícil e angustiante!

Ser médico de família e não ter as mínimas condições pode tornar-se igualmente difícil e angustiante!

Deste modo, é importante que utentes e médico de família estabeleçam uma boa relação, onde prevaleça a empatia e o respeito. Onde se tenha a noção de que o médico tudo fará para cuidar do doente, que o médico se importa com a pessoa que está no seu gabinete e que desenvolverá todos os esforços em prol da saúde do mesmo. Porém, importa que os utentes do centro de saúde tenham noção que apesar de doentes não têm apenas direitos, sendo importante conhecerem os seus deveres e agirem de acordo com os mesmos.

Direitos dos doentes

  1. O doente tem direito a ser tratado no respeito pela dignidade humana;
  2. O doente tem direito ao respeito pelas suas convicções culturais, filosóficas e religiosas;
  3. O doente tem direito a receber os cuidados apropriados ao seu estado de saúde, no âmbito dos cuidados preventivos, curativos, de reabilitação e terminais; 
  4. O doente tem direito à prestação de cuidados continuados;
  5. O doente tem direito a ser informado acerca dos serviços de saúde existentes, suas competências e níveis de cuidados;
  6. O doente tem direito a ser informado sobre a sua situação de saúde;
  7. O doente tem o direito de obter uma segunda opinião sobre a sua situação de saúde;
  8. O doente tem direito a dar ou recusar o seu consentimento, antes de qualquer ato médico ou participação em investigação ou ensino clínico;
  9. O doente tem direito à confidencialidade de toda a informação clínica e elementos identificativos que lhe respeitam;
  10. O doente tem direito de acesso aos dados registados no seu processo clínico;
  11. O doente tem direito à privacidade na prestação de todo e qualquer ato médico;
  12. O doente tem direito, por si ou por quem o represente, a apresentar sugestões e reclamações.

Deveres dos doentes

  1. O doente tem o dever de zelar pelo seu estado de saúde. Isto significa que deve procurar garantir o mais completo restabelecimento e também participar na promoção da própria saúde e da comunidade em que vive; 
  2. O doente tem o dever de fornecer aos profissionais de saúde todas as informações necessárias para obtenção de um correto diagnóstico e adequado tratamento; 
  3. O doente tem o dever de respeitar os direitos dos outros doentes; 
  4. O doente tem o dever de colaborar com os profissionais de saúde, respeitando as indicações que lhe são recomendadas e, por si, livremente aceites; 
  5. O doente tem o dever de respeitar as regras de funcionamento dos serviços de saúde; 
  6. O doente tem o dever de utilizar os serviços de saúde de forma apropriada e de colaborar ativamente na redução de gastos desnecessários.

Em breve, serão disponibilizadas aqui outras informações pertinentes e que serão igualmente prestadas nos serviços do Centro de Saúde de Vermoil e da Junta de Freguesia de Vermoil, sendo que as administrativas da Junta de Freguesia terão uma breve formação sobre os direitos e deveres do utente do centro de saúde de modo a esclarecê-lo melhor. Esta formação das administrativas da Junta prende-se com o facto de ali chegarem muitas reclamações acerca do médico de família e dos serviços prestados no posto médico. E partindo da máxima que pessoas informadas e esclarecidas são pessoas mais satisfeitas.

A Freguesia de Vermoil dá as boas vindas ao Dr. Pedro Morais na esperança de que a saúde seja sempre muito bem cuidada em Vermoil, bem como na expectativa de que todos juntos, informados e com o conhecimento dos direitos e deveres de cada um, terão um respeito maior pelo trabalho do médico e demais profissionais daquela unidade de saúde, bem como um maior respeito pela situação de cada utente.

Consulte aqui a Carta dos Direitos de Acesso aos Cuidados de Saúde.

 

 

Comentários:

transportes publicos

vermoil historia

 

necrolog

 

nucleo museologico

canal youtube

junta-te a leitura

galeria fotos jfv

jobs

Entrada | Noticias | Dr. Pedro Morais - novo médico de família - inicia funções a 4 de novembro